COSTI - LUIZA BRINA E O LIQUIDIFICADOR - MUSICVIDEO
Roteiro, direção, imagens, montagem e finalização: Raquel Pinheiro

"2014, depois de uma gira européia que fiz com o Graveola resolvi conhecer minha família na Espanha. peguei um trem de Madri até Brazatortas. desci, fiquei perguntando pela rua se conheciam alguém da família Aragon, Alarcon… 
um senhor me ofereceu então uma carona, porque, de acordo com ele, para chegar na casa de alguém da família eu teria que pegar “la carretera”, e eu não sabia o que era “carretera”. entrei no carro, que medo, ui, descobri que carretera significa estrada. fui parar num sítio. 

ali havia uma mulher com seus 80 anos, cabelos brancos, roupa branca, tênis, cuidando do jardim, tão, tão viva! 
- hola, soy nieta de apolonio. 
- aahhh!!!! 
me colocou num outro carro, vermelho. saiu dirigindo a 200 por hora. fomos até puertollano. sentamos num bar. ela pediu várias bebidas, bebemos, ela, com seus 80, bebeu muito mais do que eu, com meus 20 e pouco, na época. eu falando uma espécie de portuñol, mas falando pouco. estava concentrada, ouvindo as historias da Costi, num espanhol rapidérrimo, socuerro. tentando entender, captando a mensagem: costi, anarquista, socialista, revolucionária, feminista, participou de muitas lutas pela espanha, virou prefeita de brazatortas, tirou a agua da fazenda da familia rica e levou pra população. toda hora ela dizia: 
você tem que ser forte, guerreira, tem que ir atrás do que quer, tem que lutar! não desista dos seus sonhos! 

depois conheci toda a família, Santi, Carmen, Luisi, Vicente, Felipe, Milita, e outros mais, todos tão lindos e malucos. senti tanta saudade do meu avô. 

segurei o choro até a estação de trem. quando voltei, nó na garganta, caderninho na mão. cheguei no brasil e terminei essa música, que se tornou a faixa que abre meu segundo disco." 

luiza brina
Back to Top